Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

"Tourada é cultura, sua besta"

manuel alegre.jpg

 

Por acaso, não fazia ideia que Tourada era cultura. Pensava que era um desporto que ficava ali entre a equitação, a esgrima e a luta greco-romana com touros bravos. Se o meu saudoso amigo Pedro lê-se isto mandava-me para a arena.

 

Mas, "Tourada é cultura, sua besta" foi a resposta - irónica, ou não - de Manuel Alegre ao defender a tauromaquia até à morte... do touro, em entrevista a João Quadros. Acrescenta o poeta, em nome de uma “arte maior, apreciada por grandes vultos da cultura”. Gente de uma civilização a que o histórico socialista diz pertencer, apesar de já todos terem batido as botas. Será que ainda não percebeu que o mundinho em que ele viveu está a acabar?? As touradas agora são outras...

 

É tudo uma tourada

Sinto-me um imbecil perante as opções da geringonça em relação à cultura. A manobra do IVA da tauromaquia é mais uma para o governo estar em todos os lados nas questões mais polémicas. É a favor, e contra. Entra na arena e bate palmas à faena, mas acha mal ser transmitido na televisão! Em que é que ficamos?

 

O outro lado da questão é mais complicado. Vejamos, se eu for ao cinema desembolso 13% em IVA do valor do bilhete; se eu me lembrar de comprar um DVD tenho de contar com 23% de imposto de valor acrescentado, mas... a ala tauromáquica do PS quer fazer descer o IVA das touradas para 6%!! O mesmo valor que pago ao comprar um livro. Estou confuso, o que é mesmo cultura?

Mais touradas na RTP1

O canal público RTP1 - aquele que é pago com os nossos impostos - está mais uma vez a transmitir tourada que é organizada pelo próprio canal. O touro já tem 6 ferros espetados no lombo, que entram 15 a 20 cm entranhados na carne, está a sangrar, exausto e a morrer de dor. Em cima do cavalo está alguém que acha que é um herói...

 

Estou farto de ver sempre as mesmas caras nas praças da tortura. Estou farto de ver agrobetos de camisa branca Ralph Lauren a aplaudir as estocadas no touro.  Estou farto de ver cavaleiros com trajes fidalgos do século XVIII que espetam um touro indefeso. "Vingo-me" nos forcados sempre que levam uma cornada que os derrube. Já estou como o Vitor Espadinha: "que se f0$@" as touradas. A tradição não deve ser o que era...

 

Estou à espera que a RTP1 a seguir transmita coisas consensuais tipo autos-de-fé, decapitações, apedrejamentos suscitados por ódios étnicos ou procissões em Fátima neste nosso Estado laico... já que transmitem tortura.

 

 

Touradas, espectáculo de agrobetos

Há coisinhas que começam a ser demais. A televisão pública é uma delas...  estou saturado de levar com cavalos e touros semana após semana na televisão pública, aquela que é paga com o nosso dinheirinho. 

Farto de ver bancadas repletas de pseudo tios e tias de várias idades, dos 14 à idade de tocarem castanholas com a placa, a fingirem que percebem "um boi" do espectáculo deprimente de tortura bovina que se desenrola à frente das pestanas carregadinhas de eyeliner Chanel comprado na feira domingueira. 

Uma paisagem de vaidades para lá do suportável. Se entrasse um homem vestido de touro a cantar Sinatra metade da audiência não reparava. As camisas brancas abertas até ao umbigo Ralph Lauren dos Bernardos e dos Salvadores, as Matildes agarradas às SMS e ao Facebook e as avozinhas a abanarem vigorosamente os leques com trejeitos afectados, prestes a colapsarem porque os meninos correm o risco de levar com um corno no recto, formam os espectadores das lides. Ora, estas personagens não são uma amostra significativa da população nacional, mas é quem assiste às touradas.

Um cheiro de bosta de cavalo, palha molhada, after-sun da Nívea e cachorros empesta o ar. As touradas são simplesmente uma feira de vaidades onde para prazer de alguns imbecis maltratam animais.