Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Bruno de Carvalho desaparece da acusação de Alcochete

Despacho da juíza indicia que vão ser estes os factos dados como provados no acórdão:  há 37 arguidos que vão ser condenados por planearem e executarem a invasão e agressão aos jogadores e técnicos do Sporting. E tanto Bruno de Carvalho, assim como Nuno 'Mustafá' Mendes foram retirados da equação pela juíza. MP já tinha pedido a absolvição de Bruno de Carvalho no tribunal de Monsanto.

 

Mas vocês querem acreditar que a comunicação social é para levar a sério, quando foram meses de aberturas de telejornais, capas de jornais, debates e mais debates. O Presidente da AR indignado, etc etc. Hoje que se sabe isto, é o que se vê. A comunicação social, finge que está morta ou assobia para o lado... acho que devem no mínimo um pedido de desculpas ao homem. E mais não digo.

 

 

Será que a Varanda caiu numa Silada

images.jpg

 

O que se espera de alguém que acabou a carreira como jogador na Índia e que tem como alcunha "Silada", perdão "Silas", ou lá o que é. Espero para ver da minha marquise, a varanda do vizinho Federico cair, devagarinho...

Alfredo Holtreman deve estar a dar volta na tumba, se é que ainda tem osos para isso. Logo ele que doou o terreno para um estádio em que a placa não caiu, mas que se desfaz em varandas e marquises de má qualidade. Sou do tempo da cassetes, perdão cacetetes, cacettes...

 

Sporting - os vídeos de Alcochete

Foram os 15 minutos que mudaram o Sporting para sempre, do dia 15 de maio deste ano. Nos vídeos do sistema de vídeovigilância da Academia de Alcochete, agora divulgados pelo DN, enquanto um grupo de jovens invadia a Academia, vê-se Jorge Jesus em contacto com os invasores, Manuel Fernandes a vê-los passar como se nada  fosse e  escapar ileso, Frederico Varandas assiste pavidamente aos invasores, enquanto lançam tochas e danificam carros, enquanto outros apagam engenhos pirotécnicos.

 

O inusitado do caso são os elementos invasores cruzarem-se com Jorge Jesus, Manuel Fernandes e Frederico Varandas sem os agredir e até falando com eles sem problemas, sendo aliás esta, a fragilidade na acusação a Bruno de Carvalho e que está causar mal estar entre PGR e as forças de autoridade envolvidas no caso. Pelo que tem saído na imprensa. dá para perceber que foi uma invasão encomendada, só resta saber por quem... 

Bruno Carvalho e a justiça

O ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho está indiciado por 98 crimes - ofensa à integridade física qualificada, ameaça agravada e terrorismo, tudo relacionado com as agressões ocorridas no dia 15 de maio, na Academia de Alcochete, de que foram vítimas jogadores e equipa técnica do Sporting. O MP considera ainda que Bruno de Carvalho criou um "clima de violência" nas semanas que antecederam o ataque, deixando os jogadore com "receio pelas suas vidas". Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, Nuno Mendes ‘Mustafá’, líder da Juve Leo, e Bruno Jacinto, antigo Oficial de Ligação aos Adeptos, estão acusados, como autores morais, de 98 crimes cada. Num processo com um total de 4441 crimes. O ex-dirigente é, assim, tido como principal instigador dos acontecimentos.

 

Ontem é libertado, porque o tribunal entendeu que não havia provas "fortes" de ter cometido os 56 crimes - dos 98 - relacionados com as agressões aos jogadores do Sporting na Academia de Alcochete, pelos quais tinha sido indiciado pelo Ministério Público.

 

A justiça no seu melhor!! Parece uma brincadeira: 98 crimes incluindo terrorismo e Bruno Carvalho, assim como Nuno Mendes, vão para casa?? E os outros 42 ficam presos porquê? Será que temos uma justiça de dois pesos e duas medidas? Algo vai mal no reino de sua majestade...

Sporting - Varandas, Marquises e companhia

Nas mais concorridas eleições do SCP, ganhou aquele que me parece - sendo eu leigo a futebol - ser o candidato certo para a altura incerta que o clube atravessa. O Dr. Varandas a par de Dias Ferreira, que acabou em quarto lugar nas eleições, eram os candidatos que melhor conhecem o desporto-rei. Varandas ganhou sendo o que melhor conhece o clube e o futebol: serviu o clube como director clínico durante anos; trabalhou no departamento de futebol e foi o primeiro a correr o risco de assumir a disponibilidade para romper com o lunático projecto de Bruno Carvalho.

 

Foi fácil ganhar as eleições, vai agora começar o mais difícil: pegar no Leão partido em muitos cacos e "colá-los" a todos, para que o Leão volte a ser magnífico como outrora. Para o conseguir, terá momentos difíceis: passará por alguns desertos; será julgado em praça pública sempre que a equipa de futebol perder um jogo; como líder terá horas infindáveis de solidão; conhecerá a inveja de alguns e a ingratidão de quem agora lhe dá palmadinhas nas costas. 

 

Acredito na sua resiliência e na sua capacidade de incutir nos outros a vontade de vencer - sendo estas as características de um líder e de um bom Presidente. Não é o meu Presidente, mas parabéns Dr. Varandas.

 

 

 

Clubes de futebol - Há amores sem explicação

O clube do nosso coração é sempre o melhor, mesmo que não esteja entre os melhores. Amar um clube não é apenas estar presente nas vitórias. Amar um clube é acima de tudo ser fiel a ele quando está em baixo; é chorar da sua má campanha, do seu mau desempenho, das suas derrotas e dos momentos de fraqueza. Cada lágrima que cai por esse clube, é um gesto de amor. Porque o amor a um clube não se explica...

 

sporting6.jpg

 

* fotografia tirada durante as eleições de hoje - autor desconhecido

Eleições no Sporting - Um leão ou um gatinho

Nos últimos meses o Sporting viveu o que nunca vivera em 112 anos de história, em consequência disso, hoje seis candidatos disputam as eleições mais atípicas do clube. 

 

Concorrem 6 candidatos: João Benedito (lista A), José Maria Ricciardi (B), Frederico Varandas (D), Rui Jorge Rego (E), José Dias Ferreira (F) e Fernando Tavares Pereira (G) - todos eles procuram tornar-se o 43.º presidente ‘leonino’. Todos os candidatos parecem ser óptimas pessoas; educados, idealistas, cultos e bem formados, mas qualidades para Presidente do Sporting não lhes encontrei nenhuma.

 

Durante a campanha falou-se muito de futebol e finanças, mas a primeira luta do novo presidente passa pela recuperação da identidade do clube, o que vai ser muito complicado. Do elevado número de candidatos poderá resultar a eleição de um presidente com apenas 30% dos votos dos sócios, o que será inédito.

 

Veremos se ganhará um leão ou um gatinho que ruge...

Hoje é dia de dérbi - Benfica vs Sporting

Não ligo a futebol, não tenho clube e não compreendo o movimento supostamente associativo que compõem as claques.

 

Hoje é dia de dérbi entre os dois grandes rivais da capital - Benfica e Sporting - e como sempre, Portugal vai parar à hora que soar o apito do árbitro no Estádio da Luz. A rivalidade é antiga, mas qual o motivo desta rivalidade tão ferverosa, que roça o ódio!?

 

No início do século XX, quando o futebol estava a aparecer em Portugal, nasceram dois clubes em Lisboa que deram início à rivalidade mais emblemática do desporto português. Desde que foram fundados, as mudanças tanto no Sporting como no Benfica foram mais do que muitas, mas mantendo sempre uma rivalidade transversal e saudável até 1907. Coloca-se então a questão: o que motivou a rivalidade quase visceral entre os dois clubes?

 

A rivalidade tomou novas proporções quando o Sporting recrutou oito jogadores do Benfica, seduzindo-os com as regalias que o clube de Alvalade apresentava: um balneário com água quente, um campo de futebol próprio, camisolas para combater o frio e as próprias bolas do jogo, uma vez que no Benfica, as bolas de futebol eram em segunda mão e as do Sporting eram novas.

 

Esta saída dos jogadores para o Sporting criou uma séria crise que fez o Sport Lisboa pensar se podia manter as portas abertas, ficando ainda pior, quando o clube ‘encarnado’ ficou sem fundos para pagar a sua inscrição no Campeonato de Lisboa. À beira da extinção, Cosme Damião, Félix Bermudes e Manuel Goularde foram os responsáveis que angariaram o dinheiro necessário para manter o Sport Lisboa em funcionamento.

 

Uma das características da rivalidade entre os clubes da segunda circular passa ainda hoje pela representação popular. Tanto Benfica como Sporting são, desde os primórdios, ligados a estratos sociais diferentes, apesar de cada vez mais esbatidos. Enquanto os ‘leões’ e os respetivos adeptos estão ligados à classe média/alta da sociedade de Lisboa, os adeptos do Benfica estão associados à classe mais baixa.

 

O elitismo do Sporting deriva da matriz da sua fundação. José de Alvalade (Visconde), em 1906, depois de uma zanga na assembleia geral do Campo Grande Sport Clube, clube a que pertencia, decidiu fundar um outro clube feito para pessoas de boa conduta. Nos estatutos de criação do clube, a boa conduta é o artigo número 1 que defende que o Sporting é um clube feito para “indivíduos de boa sociedade e conduta irrepreensível”. Elitismo de merda, mas foi assim que nasceu o clube. Por causa de uma birra de meninos ricos...

E o impensável pode acontecer: Bruno de Carvalho é de novo presidente do Sporting!?

Tribunal terá dado razão a Bruno de Carvalho em relação à Assembleia Geral destitutiva, anulando os resultados da mesma. Ou seja,  o antigo líder pode voltar a ser presidente do SCP.

 

Bruno de Carvalho já regressou hoje às instalações do clube para “corrigir” aquilo que na sua ótica está errado: de acordo com uma decisão do Tribunal, o ex-líder considera que ficou provado que a Assembleia Geral destitutiva de 23 de junho foi ilegal, pelo que ainda é o Presidente do SCP. As voltas que a vida dá.

 

A primeira coisa que gostava de saber é qual a posição de Bruno Carvalho em relação a Bruno Fernandes e Bas Dost. Pois, ambos quiseram sair do Sporting e depois regressaram. Aparentemente para além do que se passou em Alcochete, o crescente mau estar da equipa motivado por Bruno Carvalho estava na base da decisão deles. Agora Bruno Carvalho pode regressar, o que significa que o "novo" contrato dos jogadores não é válido.

 

ADENDA - Na reunião, os dirigentes do clube acabaram por perceber que não existia nenhuma decisão nova de nenhuma providência. Percebendo que tinham sido enganados, acabaram por convidar Bruno de Carvalho a sair do terceiro piso.

 

Bruno de Carvalho tentou apresentar a Providência, mas continua suspenso de sócio e ex-presidente. Supostamente a Providência Cautelar suspende a deliberação da Assembleia de 23 de julho até decisão judicial. O que segundo Bruno Carvalho o leva a ser ainda Presidente do SCP.

 

Espero para ver os próximos episódios desta história mal contada. 

E se Bruno Carvalho ganha as eleições?

Primeiro Bruno Fernandes, depois Bas Dost. Ambos quiseram sair do Sporting e depois regressaram. Aparentemente para além do que se passou em Alcochete, o crescente mau estar da equipa motivado por Bruno Carvalho estava na base da decisão deles... muito bem, vão regressar.

 

E se Bruno Carvalho volta a ganhar as eleições? Como é que ficam!!?? Não ficam, logo não o vão deixar concorrer...