Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Drone deixa cair centenas de sacos com droga em Israel

Um drone deixou cair centenas de pequenos sacos com canábis, ontem à tarde, na Praça Rabin, em Telavive, Israel, atraindo dezenas de pessoas, que correram para apanhar a droga na rua.

De acordo com o jornal "The Jerusalem Post", os sacos de canábis foram largados pelo grupo de Telegram "drone verde", que defende a legalização daquela droga em Israel, tendo como slogan "amor livre". Antes de lançar a droga pelas ruas em Telavive, o grupo publicou uma mensagem no Telegram, antevendo a operação planeada.

 

Para além de dar prazer a alguém, lixaram o negócio a alguns. Adianda dizem que os judeus têm jeito para o negócio!!???

Por falar na festa do Avante, assim a vi....

(texto escrito neste blog em 2018)

"Sou dos que não sendo comunista, foi à Festa do Avante ainda no Alto da Ajuda, depois em Loures - onde hoje é o LouresShopping - e já perdi a conta das vezes que fui a Atalaia. Este ano foi mais uma, mas foi diferente. Que diferenças notei? A primeira, é que para além da festa em si e da sua vertente cultural, há coisas que nunca mudam, uma delas é o autismo doutrinário e mental dos comunistas em geral. Senão vejamos:

 

A festa do Avante é um evento de angariação de fundos, mas dá prejuízo desde 2014 - isto dos comunas serem contra o capital, só podia dar nisto.

O partido recusa-se a dar esclarecimentos sobre as falhas contabilísticas entregues à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos - andam eles a apontar o dedo aos outros por financiamentos pouco claros.

- Olham de lado os visitantes da Festa com cabelo à beto da Lapa - a que chamam cabelo à Playmobil - mas falar das "rastas" dos rapazes da juventude Comunista e consequente falta de higiene, está quieto.

- Fazem queixinhas aos seguranças dos que vendem haxixe no recinto - acho muito bem - mas pelo que traz a brisa, os consumidores do aroma marroquino, com o cartão da organização, são mais do que muitos.

- Falam tanto da liberdade de expressão e de escrita, mas proíbem a venda de determinados livros na Festa.

- Um partido que se diz do mundo, tem uma doutrina anti-europeísta e mostra-o na Festa.

 

A Festa do Avante é o reflexo da mentalidade de um partido fechado em si próprio, que julga e aponta todos os que são diferentes, enquanto grita pela torelância e igualdade... ainda bem que vou apenas pela festa." 

 

Se bem que este ano, quero que a festa se lixe. Ainda não perceberam o que motivou o cancelamento de dezenas de festivais e festas neste ano do senhor de 2020???

Guiné-Bissau envia delegação a Portugal por causa de assassínio de Bruno Candé!

Segundo o jornal Observador, foi autorizada a deslocação de uma delegação para "manter contactos com as autoridades portuguesas" sobre o assassínio de Bruno Candé e inteirar-se da situação dos cidadãos guineenses em Portugal!!? Vamos por partes, Bruno Candé era um cidadão português, foi assassinado em solo português. A delegação da Guiné vem fazer exactamente o quê? Apontar o dedo a quem? Ao Estado português?

André Ventura propõe mudar o nome do aeroporto de Lisboa para Amália Rodrigues

André Ventura através do seu partido Chega propõe mudar o nome do aeroporto de Lisboa para Amália Rodrigues. Num projeto de resolução entregue no parlamento, este aprendiz de Salazar pede que se retire "o nome General Humberto Delgado da toponímia do aeroporto de Lisboa" e se atribua o nome da fadista Amália Rodrigues que faria por esta altura 100 anos se fosse viva.

 

Para justificar esta mudança, o deputado do Chega cita uma notícia do El País, do final de junho, que refere que a organização terrorista luso-espanhola DRIL foi responsável, em 1960, pelo assassínio de uma criança de 20 meses em São Sebastião (País Basco) inicialmente atribuído à ETA. 

Oh, aprendiz de ditador! Por esta perspectiva, quantas ruas deveriam deixar de se chamar António Oliveira Salazar??? 

Há racismo em Portugal?

img_432x243$2017_01_04_10_46_27_587266.jpg

 

Nestes tempos difíceis para estátuas que representam figuras da nossa história, em entrevista à TVI, Rui Rio garantiu que o fenómeno do RACISMO não existe na sociedade como, à boleia de manifestações antiracistas, “ainda ficamos é racistas com tanta manifestação”. Parece que, para Rui Rio o racismo é lá nos EUA. Aqui não. Ou seja, o presidente do maior partido da oposição e aspirante a primeiro ministro passa ao lado dos problemas sociais do país, como se nada fosse. O que prova, que não só não conhece o país, como vive numa caixa hermética diferente ao que se passa à sua volta. Rui Rio tem esta triste e assustadora tirada digna de conversa de café, mas não é o único a pensar assim. O problema é muito mais amplo... e começa com as próprias manifestações e o que as despertou.

As manifestações contra o racismo em Portugal são, infelizmente, engraçadas. Quando mataram negros em Portugal; quando agentes de autoridade assassinaram um cidadão ucraniano; e quando na famosa Cova da Moura torturaram e mal trataram pessoas de cor, não houve manifestações em Portugal. Foi necessário o despertar da morte de um cidadão de cor em outro país, para depressa apontarem o dedo ao racismo. Racistas e hipócritas... é o que alguns são. Não esqueço, que muitos portugueses apelidam de "Monhé" ou "preto" o seu Primeiro Ministro.

Muitos não gostam de colocar o dedo na ferida, mas, Portugal é um país racista e vai continuar a sê-lo, enquanto existirem pessoas que vão a uma manifestação - felizmente não são a maioria -, porque não tem mais nada para fazer e querem publicar umas fotos nas redes sociais. Deve-se ir a uma manifestação por convicção e não porque está na moda ou é políticamente correcto...

 

E sim, Portugal é um país racista. Diferente dos EUA, mas também a sua história é diferente. O caminho é longo, e a não perder de vista. Mas temos de mudar as mentalidades.