Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Programa da Cristina Ferreira

O programa do povo singelo e verdadeiro convida a nata da política nacional. O que levanta a questão: o que a direita tem para oferecer às pessoas? Atum em lata - segundo Assunção Cristas. E a Geringonça? Uma cataplana de marisco - segundo António Costa. O que você prefere, comer uma lata de atum com arroz ou comer marisco?

 

Pense nisso até às eleições...

2019 é o ano do fim da geringonça

01.11_costa-antónio-expresso.jpg(António, http://expresso.sapo.pt)

 

2019 é o ano do fim da “gerigonça”. A esquerda maioritária desmarcou-se dos parceiros logo que foi aprovado o último Orçamento da legislaturade Costa.

 

A união que derrotou o vencedor das eleições legislativas em 2015, já libertou os laços da “geringonça”. Apartir de hoje - 1 de janeiro - vêm aí 9 meses de campanha eleitoral contínua. Primeiro para as europeias a 26 de maio, depois para as legislativas de 6 outubro. Serão praticamente nove meses consecutivos de candidaturas, promessas, aldrabices, muitos quilómetros e comícios de rua. Nestes 9 meses, o Governo de Costa terá de fazer esquecer a sua péssima imagem relativa a Pedrógrão, Tancos ou Borba. Terá ainda de sacudir várias pedras que tem no sapato: Lei laboral, professores, SNS, para não falar das greves que os vários setores vão promover durante o ano. 

 

António Costa vai ter um ano difícil, apesar de estar habituado a sacudir a água do capote. Que a incompetente oposição faça o que lhe compete. Feliz 2019...

O Governo faz três anos

geringonça1.jpg

Origem da imagem: aqui

 

No dia 4 de outubro de 2015 o PS perdia as eleições legislativas, mas com "papas e bolos" arranjou uma geringonça que elevou António Costa a Primeiro Ministro apesar de derrotado. Nesta gerinçonça a três vozes, onde o PS manda às vezes, o PCP governa-se mal e o BE polícia com a sua moral hipócrita, os contribuintes são enganados, para daqui a um tempo lhes ser pedido que façam mais um esforço. Tudo enquanto o PR tira selfies com metado do país.

 

A pseudo folga orçamental que vive à custa de uma conjuntura externa favorável deu origem a um sistema de socialismo-estatismo  que é apresentado como modelo ideal, moralmente superior e constitucionalmente correcto, mas que vai esmorecer logo que a realidade bata à porta e mais uma vez nos leve à austeridade.

 

Os políticos que estão agora no poder foram contra a austeridade durante o tempo em que estavam na oposição. Aproveitando a oportunidade - a austeridade -  facilmente apontavam o dedo. Agora, que estão no poder, não podem dizer que aquilo que andaram a fazer na altura foi oportunismo político. Logo, não podem levantar a questão da austeridade para não realizar o que prometeram. Continuam com a asneirada política enquanto deviam aproveitar o momento para fazer reformas estruturais.

 

Como se sai disto? Com outras políticas. Com 250 mil milhões de dívida pública, esperamos que um novo pedido de resgate resolva o assunto...

Os nossos políticos

Enquanto os processos de José Sócrates e Ricardo Salgado sofrem de inércia à espera que os crimes não se resolvam, António Costa que rejeita formar Governo com os parceiros da geringonça na próxima legislatura, aumenta os funcionários públicos e promete uma melhoria do rendimento dos eleitores, que depois recupera com taxas e taxinhas. 

 

No Portugal profundo o Presidente da República enquanto selfiza o país, distribui ósculos entre "bacalhaus" e dois dedos de conversa. No meio desta alegoria chamada Portugal, está o povo, aquele malandro que não quer trabalhar para sustentar políticos tão competentes.

 

Andou D. Afonso Henriques à chapada com a mãe para isto... 

António Costa no seu pior

O primeiro-ministro anunciou a redução de 50 por cento no IRS para os cidadãos portugueses que saíram do país nos últimos anos que queiram regressar em 2019 e 2020. Quando li a notícia pensei que fosse uma piada, mas não é, António Costa estava mesmo a anunciar um regime fiscal que já existe e que já era especial muito antes de ele se ter lembrado da trapaça...

O comboio do PS

Desde Janeiro de 2018 e hoje, 24 de Agosto, houve 775 comboios "especiais" fretados pela CP. O do PS é apenas mais um. A CP também tem comboios especiais fretados para Fátima [Leiria] no 13 de Maio, festivais de verão e muito mais. O serviço é tão comum que chamar-lhe "especial" é tão parvo como chamar "gourmet" à comida de gato. 

 

Por outro lado, acho estranho a CP ter negado o frete de um comboio ao Benfica - como em anos interiores - por falta de material circulante. Dá que pensar...