Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Hoje é dia de dérbi - Benfica vs Sporting

Não ligo a futebol, não tenho clube e não compreendo o movimento supostamente associativo que compõem as claques.

 

Hoje é dia de dérbi entre os dois grandes rivais da capital - Benfica e Sporting - e como sempre, Portugal vai parar à hora que soar o apito do árbitro no Estádio da Luz. A rivalidade é antiga, mas qual o motivo desta rivalidade tão ferverosa, que roça o ódio!?

 

No início do século XX, quando o futebol estava a aparecer em Portugal, nasceram dois clubes em Lisboa que deram início à rivalidade mais emblemática do desporto português. Desde que foram fundados, as mudanças tanto no Sporting como no Benfica foram mais do que muitas, mas mantendo sempre uma rivalidade transversal e saudável até 1907. Coloca-se então a questão: o que motivou a rivalidade quase visceral entre os dois clubes?

 

A rivalidade tomou novas proporções quando o Sporting recrutou oito jogadores do Benfica, seduzindo-os com as regalias que o clube de Alvalade apresentava: um balneário com água quente, um campo de futebol próprio, camisolas para combater o frio e as próprias bolas do jogo, uma vez que no Benfica, as bolas de futebol eram em segunda mão e as do Sporting eram novas.

 

Esta saída dos jogadores para o Sporting criou uma séria crise que fez o Sport Lisboa pensar se podia manter as portas abertas, ficando ainda pior, quando o clube ‘encarnado’ ficou sem fundos para pagar a sua inscrição no Campeonato de Lisboa. À beira da extinção, Cosme Damião, Félix Bermudes e Manuel Goularde foram os responsáveis que angariaram o dinheiro necessário para manter o Sport Lisboa em funcionamento.

 

Uma das características da rivalidade entre os clubes da segunda circular passa ainda hoje pela representação popular. Tanto Benfica como Sporting são, desde os primórdios, ligados a estratos sociais diferentes, apesar de cada vez mais esbatidos. Enquanto os ‘leões’ e os respetivos adeptos estão ligados à classe média/alta da sociedade de Lisboa, os adeptos do Benfica estão associados à classe mais baixa.

 

O elitismo do Sporting deriva da matriz da sua fundação. José de Alvalade (Visconde), em 1906, depois de uma zanga na assembleia geral do Campo Grande Sport Clube, clube a que pertencia, decidiu fundar um outro clube feito para pessoas de boa conduta. Nos estatutos de criação do clube, a boa conduta é o artigo número 1 que defende que o Sporting é um clube feito para “indivíduos de boa sociedade e conduta irrepreensível”. Elitismo de merda, mas foi assim que nasceu o clube. Por causa de uma birra de meninos ricos...

  • 3 comentários

    Comentar post