Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

O espírito natalício é muito giro, mas...

pobresdospobres-600x390.gif

 

Enquanto uns se preocupam em trocar de smartphone, ou receber como presente o melhor portátil, outros preocupam-se em fazer valer o espírito do Natal. 

Eu, na noite de 24 de Dezembro, estarei na rua a ajudar e a dar o que posso aos mais desfavorecidos, na zona da Av. Almirante Reis em Lisboa. Este é para mim o verdadeiro Natal, o espírito de partilha. Para ti, que apenas te preocupas com a roupa que vais vestir na consoada. Que apenas te preocupas com o serviço de mesa que vais usar. O que é o Natal? O que fazes pelo verdadeiro espírito de ajuda? Nada, não é. Não podes, disses tu. Ainda estás a pagar ao banco as férias no Brasil. 

Não precisas de dar nada, dá a ti próprio, as mãos e os braços para trabalhar e ajuda quem mais precisa...

 

Feliz natal, onde quer que estejas.

Sapos do ano - 2018

depositphotos_53644809-stock-photo-frog-with-chris

 

 

Não podia ter melhor reconhecimento a teimosia do criador deste blog - Pedro Diniz de seu nome, infelizmente já distante de nós. Em nome dele, quero agradecer aos leitores e amigos - sei que foram muitos - que votaram no iTUGGA para blog do SAPO blogs de 2018. Sem vencedores ou vencidos, agradeço o trabalho incansável e insano da Magda e do David pelo trabalho realizado na organização de tal evento. Um grande cumprimento aos outros concorrentes da mesma categoria, em que todos somos vencedores...

 

Obrigado a todos, com  muitas prendas no sapatinho, chaminé ou debaixo do pinheiro... Feliz Natal.

Estamos a votos...

sapoes11t.jpg

Estão a decorrer até HOJE, as votações para escolher os melhores blogs do sapo, dentro de várias categorias. O iTUGGA encontra-se  na categoria Opinião.

 

Apesar do pouco ou melhor, nenhum tempo disponível que tenho para aqui escrevinhar qualquer coisa, espero que tenham gostado do que lerem nos últimos tempos. Com a maioria dos posts opinativos de um autor que já não está entre nós, a continuação deste blog é uma homenagem ao mesmo. Se gostam do que lêem no iTUGGA podem votar aqui: 

https://saposdoano.blogs.sapo.pt/sapos-do-ano-2018-os-finalistas-e-a-15030

Obrigada. 

Padre pôs 50 crianças a puxarem-lhe o Porsche à chuva!!!

 

O padre John Sultana é o rosto da mais recente polémica a envolver a igreja católica. O prior, devidamente acomodado no Porsche, conduziu os fiéis de Zebbug - ilha do arquipélago de Malta, próximo da Sicília - no curto trajecto de uma cerimónia religiosa, tal e qual Ben-Hur no Coliseu, susbstituindo os cavalos por 50 crianças à chuva, enquanto o senhor prior era resguardado por um batalhão de senhores com guarda chuvas.

 

Mesmo que a explicação - estúpida - para esta anormalidade se possa prender com o esforço anormal a que seria submetida a embraiagem do carro para percorrer 1 ou 2 km a velocidade de cortejo, nada justifica a utilização das crianças, muito menos à chuva. O padreco que fosse a pé como os outros... 

"Tourada é cultura, sua besta"

manuel alegre.jpg

 

Por acaso, não fazia ideia que Tourada era cultura. Pensava que era um desporto que ficava ali entre a equitação, a esgrima e a luta greco-romana com touros bravos. Se o meu saudoso amigo Pedro lê-se isto mandava-me para a arena.

 

Mas, "Tourada é cultura, sua besta" foi a resposta - irónica, ou não - de Manuel Alegre ao defender a tauromaquia até à morte... do touro, em entrevista a João Quadros. Acrescenta o poeta, em nome de uma “arte maior, apreciada por grandes vultos da cultura”. Gente de uma civilização a que o histórico socialista diz pertencer, apesar de já todos terem batido as botas. Será que ainda não percebeu que o mundinho em que ele viveu está a acabar?? As touradas agora são outras...

 

Onde andam os responsáveis?

Há sempre alguém muito rápido no gatilho a disparar contra os populismos e a demagogia que atentam contra as liberdades das minorias e contra a democracia. Infelizmente, em Portugal a maior descredibilização dos políticos e da democracia não vem de populismos da esquerda ou da direita, mas do desaparecimento da responsabilidade política, tal como vimos em Pedrogão, em Tancos e em Borba. Somos um país onde a raça "responsável" está extinta. 

IRA - Terroristas ou justiceiros irónicos?

ira.jpg

 

Sempre que leio a sigla IRA lembro-me do Exército Republicano Irlandês e da música dos U2 "Sunday bloody Sunday", mas desta vez escrevo acerca de outro IRA. Eu, tugga que sou, descansado neste rectângulo de terra à beira Atlântico plantado, no conforto do meu sofá, descobro que  Portugal está cheio de terroristas: primeiro, foram os membros da claque do Sporting que invadiram a academia e, agora, os terroristas do IRA (Intervenção e Resgate Animal) que resgatam animais "cute", com paus, pedras e machados. Todos eles com pinta de seguranças do "Urban".

 

A festa do costume, começou quando uma reportagem TVI de Ana Leal - sempre ao lado do sensacionalismo - expõe a organização (IRA) com ligações a movimentos nazis, dizendo que usam a violência e armas de fogo para resgatar crias de gatos e cães. Até percebo que podem ser um bando de criminosos que batem em velhinhas que se esqueceram de dar a ração ao cão. Logo, não confirmo, nem desminto.  Mas espero que a polícia investigue e os tribunais provem tais acusações. O que me meteu alguma impressão foi a clara forma tendenciosa e de má fé como a reportagem foi realizada, especialmente a parte em que mostram um vídeo do canal de YouTube do IRA e usam apenas os excertos que convém, para dar força à tese de terrorismo e associação criminosa. A questão é que goste-se ou não do propósito do IRA, a verdade é que organizações destas só existem porque as entidades competentes não actuam quando devem. Por outro lado, já pensaram na "ironia" que está por detrás aqueles vídeos?

É tudo uma tourada

Sinto-me um imbecil perante as opções da geringonça em relação à cultura. A manobra do IVA da tauromaquia é mais uma para o governo estar em todos os lados nas questões mais polémicas. É a favor, e contra. Entra na arena e bate palmas à faena, mas acha mal ser transmitido na televisão! Em que é que ficamos?

 

O outro lado da questão é mais complicado. Vejamos, se eu for ao cinema desembolso 13% em IVA do valor do bilhete; se eu me lembrar de comprar um DVD tenho de contar com 23% de imposto de valor acrescentado, mas... a ala tauromáquica do PS quer fazer descer o IVA das touradas para 6%!! O mesmo valor que pago ao comprar um livro. Estou confuso, o que é mesmo cultura?