Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Passwords e afins

O circo mediático que se criou por causa da deputada do PSD, Emília Cerqueira ter usado a password de um colega no plenário do parlamento, faz-me recordar outras situações de partilha. Creio que a deputada Isabel Moreira partilhou o seu top coat com as colegas de bancada, o PS partilha o governo com o BE e o PCP e os militares de Tancos partilharam o acesso aos paióis…  somos um país socialista, partilhamos tudo.

Adeus amigo. Até já...

simbolo-da-cruz-crista_318-48696.jpg

 

 

Venho dar a notícia que nenhum amigo quer dar. O falecimento do autor de iTUGGA (Pedro D.), vítima de doença prolongada. Conheciamos-nos à mais de 40 anos, sendo os últimos 15 uma luta incessante contra a doença que o apoquentava. Sempre foi um lutador, mas desta vez perdeu a batalha.

 

Sempre disses-te que à terceira era de vez, e assim foi. Escreves-te por aqui até não poderes mais. O blog foi nos últimos meses a tua distracção da dor e do sofrimento silencioso, pois nenhum dos teus leitores, e são muitos, sabia do teu problema de saúde.

 

Prometi a continuação do blog que já escrevíamos juntos - Gadgetmen - assim como a continuação deste. Jamais serei tão acutilante como o tu, teimoso e de humor apurado. Não sou um especialista na matéria, mas tentarei dar o meu melhor.

 

Adeus amigo, até um dia...

 

Zé Gato (José R. S. Guedes)

As verdadeiras princesas

Layla Lester uma criança de cinco anos, com autismo, confundiu uma noiva que estava a fazer uma sessão fotográfica do seu casamento com a Cinderala, uma das princesas da Disney.

 

 

Layla desatou a correr e a chamar “Cinderela” à noiva, Olivia Spark, que reagiu como se de facto, fosse a princesa do conto de fadas, ficou à conversa com a criança durante algum tempo. A menina, que segundo a mãe não costuma falar com estranhos, "acreditou que era a Cinderela". A noiva Olivia Spark ainda mantem uma relação com a criança, chegando mesmo a abrir juntamente com a família de Layla, uma conta no GoFundMe – uma empresa de crowdfunding – para permitir à criança visitar a Disney World. Já angariaram mais de 22.000 dólares para a menina realizar o seu sonho. Ainda há esperança na humanidade...

 

  • Pág. 2/2