Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Feminismo - movimento de Serenas mimadas?

Neste momento vive-se uma "guerra" político-social que podia ser datada como do início do séc. XX. Uma guerra de trincheiras cerradas e abastecidas de ignorância e fundamentalismo onde a razão deixou de entrar para dar lugar a cegueiras entre sexos. Como ponto de partida, devo dizer que o feminismo não é machismo ao contrário. O comportamento inerente ao sexismo existe dos dois lados, mas no que toca ao machismo e feminismo, a diferença entre os dois é enorme.

 

O feminismo defende a paridade no que toca a direitos, oportunidades e reconhecimento de capacidades e dignidade entre homens e mulheres. A luta vem de longe e ainda não acabou, mas com as mais recentes protagonistas está a tornar-se numa batalha com vencedores e vencidos, quando deveria haver equilíbrio entre pares. Algumas feministas mais radicais transformam a sua ideologia sexista numa apologia à supremacia feminina em detrimento do mundo masculino, quando deviam defender a igualdade de género. Desconfio que algumas, não sendo lésbicas - esta é de mau gosto -  chegam ao ponto de odiar os homens. Ou seja, transformam o feminismo exactamente naquilo que não deveria ser: uma "guerra" supremacista entre sexos, o que  vai na direcção contrária da sua essência.

 

Quando os movimentos feministas se tornam tão fundamentalistas como o mais imbecil machista, algo está mal na sociedade. Sendo o feminismo actual uma forma de vitimizar a mulher, acaba em si mesmo por ser - em pleno século XXI - pura demagogia barata. Nesta sociedade-espetáculo onde já não há cinzentos, é tudo preto ou branco, fêmea ou macho, alto ou baixo, rico ou pobre, apenas quando a "casta" do políticamente correcto se lembra e parece bem é que a igualdade entre sexos passa a ser universal. Anda por ai muita Serena...

 

Minhas senhoras espero que sejam Capazes de fazer melhor... pela igualdade de género.

Início do ano lectivo e a má alimentação

No início de mais um ano lectivo repetem-se os anúncios de bebidas 100% fruta para os lanches da pequenada num belíssimo pacote de plástico. Fica a sugestão: 100% é fruta. É uma maçã, uma pêra... perceberam?

 

escola deve ser um lugar de promoção de hábitos saudáveis, mas os pais também o devem fazer. Mandem na lancheira dos vossos filhos uma peça de fruta no lugar de concentrados e sumos pseudo-saudáveis.

 

Infelizmente, muitos pais ainda tem uma mentalidade estatutária. Os filhos têm de levar o sumo mais caro da prateleira do supermercado, isso de levar fruta é coisa de "pobre". Tive esse exemplo numa reunião da minha filha mais velha, em que uma mãe num tom de superioridade avança: "O Martim não bebe sumo de marca branca, só bebe Ceres. A melhor fruta" Como se a aquela porcaria não fosse igualmente prejudicial para os miúdos. 

 

As minhas filhas levam fruta na lancheira a par de outras asneiradas alimentares, mas a fruta está sempre presente. No ano lectivo passado a mais velha em tom de desabafo contou em casa que os colegas lhe perguntaram se não tinha dinheiro para comprar sumos!! Ao que ela respondeu, "bebo sumo sempre que me apetece, mas prefiro fruta". Um dos colegas disse-lhe que era estranha(!)

 

Mais vale o menino parecer bem, do que comer saudável, é a conclusão que retiro do episódio. Deixem-se de essências e sumos cheios de E's que ninguém sabe o que são. Nada bate uma peça de fruta...

 

Buscas em Pedrógrão Grande - Curiosidades

A Polícia Judiciária está a fazer buscas nas instalações da Câmara Municipal de Pedrógão e na Casa da Cultura à procura de provas para o processo em que se investigam alegadas irregularidades na atribuição de fundos para a reconstrução das casas destruídas pelos fogos de 2017. Acerca destas buscas, há "curiosidades" que me deixam perpelexo. Senão vejamos:

 

- Os orgãos de comunicação social, nomeadamente a TVI, noticiou as buscas na Câmara Municipal de Pedrógrão Grande antes dos agentes da PJ chegarem ao local - no mínimo curioso. O segredo de justiça/investigação onde está?? Ainda falam do Paulo Gonçalves e do Benfica. Estes telefonemas "mágicos" de orgãos judiciais aos orgãos de comunicação social não são de agora.

 

 - A investigação já estava em curso desde junho e não foi despoltada pela reportagem "Compadrio" - como a TVI noticia a miúde. O Ministério Público abriu, nessa altura, um inquérito para investigar alegadas irregularidades na reconstrução de casas afetadas pelos incêndios de Pedrógão Grande. Não esquecer que os “inquéritos judiciais” em curso são da iniciativa da autarquia.

 

- A investigação foi despoltada a pedido da Câmara de Pedrógrão Grande  - ainda antes da famosa reportagem -  tendo  sido feito de novo um pedido de investigação (esta semana)  à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), o envio, com o pedido de averiguação, ao Ministério Público. 

 

- O Presidente do Município Pedroguense, é um ex-inspector da Polícia Judiciária de nível reconhecido entre pares. O que torna a investigação no mínimo estranha, pois com facilidade Valdemar Alves saberia quando e onde a Judiciária iria investigar. Quero acreditar na boa fé do Presidente.

 

 - As reportagens em loop um pouco por todos os canais, baseadas no diz que disse e sem documentação que o prove é o jornalismo que temos. Notícias como: "Segundo o jornal X...", é sempre um terceiro que afirma, no fim ninguém sabe a fonte da notícia.

 

PS - devo mencionar que sou pedroguense e que estive no edifício da Câmara Municipal entre as 9h e as 11h 30m a tratar de assuntos particulares. Quando eu e os presentes virmos a notícia da TVI fartamos-nos de rir, pois ninguém da polícia lá estava na altura. Os agentes chegaram 40 minutos depois.

 

Desejo acima de tudo que a verdade chegue à justiça, o que nem sempre acontece.

Imprensa Internacional

Tenho por hábito dar uma vista de olhos pela imprensa mundial. Hoje encontrei uma primeira página que tenho de partilhar convosco: Herald Sun, Austrália; autor: Mark Knight; o mesmo cartoonista acusado de racismo por mostrar Serena Williams a fazer uma birra.

 

herald sun.jpg

Um cartoonista exagera sempre os traços físicos das pessoas que retrata, essa é a essência de um cartoon. Se a pessoa for negra, isso pode constituir racismo? E se for mulher, é sexismo? Ou tudo isto é falso moralismo?

 

11 de Setembro

11 setembro.jpg

 

Há 17 anos aconteceu o maior atentado terrorista da história. Parecia um filme, mas era  real. Esse dia marcou a história dos humanóides para sempre. Estava a ver o noticiário da RTP quando começaram a passar em directo as imagens da CNN, já tinha acontecido o primeiro acto desta história de terror. Como ninguém percebia o que estava a acontecer - o jornalista de serviço - José Rodrigues dos Santos, debita uma pérola que não esqueci até hoje: "(...) um avião embateu contra uma das torres Gémeas. Um segundo dirige-se para as torres para ver o que aconteceu." - entretanto o segundo avião embate na outra Torre - "Epá, é mesmo azar, o segundo também embateu contra uma torre."

 

E foi assim, faz hoje 17 anos que os americanos perceberam que não estavam sozinhos no mundo...

Sporting - Varandas, Marquises e companhia

Nas mais concorridas eleições do SCP, ganhou aquele que me parece - sendo eu leigo a futebol - ser o candidato certo para a altura incerta que o clube atravessa. O Dr. Varandas a par de Dias Ferreira, que acabou em quarto lugar nas eleições, eram os candidatos que melhor conhecem o desporto-rei. Varandas ganhou sendo o que melhor conhece o clube e o futebol: serviu o clube como director clínico durante anos; trabalhou no departamento de futebol e foi o primeiro a correr o risco de assumir a disponibilidade para romper com o lunático projecto de Bruno Carvalho.

 

Foi fácil ganhar as eleições, vai agora começar o mais difícil: pegar no Leão partido em muitos cacos e "colá-los" a todos, para que o Leão volte a ser magnífico como outrora. Para o conseguir, terá momentos difíceis: passará por alguns desertos; será julgado em praça pública sempre que a equipa de futebol perder um jogo; como líder terá horas infindáveis de solidão; conhecerá a inveja de alguns e a ingratidão de quem agora lhe dá palmadinhas nas costas. 

 

Acredito na sua resiliência e na sua capacidade de incutir nos outros a vontade de vencer - sendo estas as características de um líder e de um bom Presidente. Não é o meu Presidente, mas parabéns Dr. Varandas.

 

 

 

Festa do Avante

Sou dos que não sendo comunista, foi à Festa do Avante ainda no Alto da Ajuda, depois em Loures - onde hoje é o LouresShopping - e já perdi a conta das vezes que fui a Atalaia. Este ano foi mais uma, mas foi diferente. Que diferenças notei? A primeira, é que para além da festa em si e da sua vertente cultura, há coisas que nunca mudam, uma delas é o autismo doutrinário e mental dos comunistas em geral. Senão vejamos:

 

A festa do Avante é um evento de angariação de fundos, mas dá prejuízo desde 2014 - isto dos comunas serem contra o capital, só podia dar nisto.

 

O partido recusa-se a dar esclarecimentos sobre as falhas contabilísticas entregues à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos - andam eles a apontar o dedo aos outros por financiamentos pouco claros.

 

- Olham de lado os visitantes da Festa com cabelo à beto da Lapa - a que chamam cabelo à Playmobil - mas falar das "rastas" dos rapazes da juventude Comunista e consequente falta de higiene, está quieto.

 

- Fazem queixinhas aos seguranças dos que vendem haxixe no recinto - acho muito bem - mas pelo que traz a brisa, os consumidores do aroma marroquino, com o cartão da organização, são mais do que muitos.

 

- Falam tanto da liberdade de expressão e de escrita, mas proíbem a venda de determinados livros na Festa.

 

- Um partido que se diz do mundo, tem uma doutrina anti-europeísta e mostra-o na Festa.

 

A Festa do Avante é o reflexo da mentalidade de um partido fechado em si próprio, que julga e aponta todos os que são diferentes, enquanto grita pela torelância e igualdade... ainda bem que vou apenas pela festa.

Clubes de futebol - Há amores sem explicação

O clube do nosso coração é sempre o melhor, mesmo que não esteja entre os melhores. Amar um clube não é apenas estar presente nas vitórias. Amar um clube é acima de tudo ser fiel a ele quando está em baixo; é chorar da sua má campanha, do seu mau desempenho, das suas derrotas e dos momentos de fraqueza. Cada lágrima que cai por esse clube, é um gesto de amor. Porque o amor a um clube não se explica...

 

sporting6.jpg

 

* fotografia tirada durante as eleições de hoje - autor desconhecido

Eleições no Sporting - Um leão ou um gatinho

Nos últimos meses o Sporting viveu o que nunca vivera em 112 anos de história, em consequência disso, hoje seis candidatos disputam as eleições mais atípicas do clube. 

 

Concorrem 6 candidatos: João Benedito (lista A), José Maria Ricciardi (B), Frederico Varandas (D), Rui Jorge Rego (E), José Dias Ferreira (F) e Fernando Tavares Pereira (G) - todos eles procuram tornar-se o 43.º presidente ‘leonino’. Todos os candidatos parecem ser óptimas pessoas; educados, idealistas, cultos e bem formados, mas qualidades para Presidente do Sporting não lhes encontrei nenhuma.

 

Durante a campanha falou-se muito de futebol e finanças, mas a primeira luta do novo presidente passa pela recuperação da identidade do clube, o que vai ser muito complicado. Do elevado número de candidatos poderá resultar a eleição de um presidente com apenas 30% dos votos dos sócios, o que será inédito.

 

Veremos se ganhará um leão ou um gatinho que ruge...

Benfica - Quem é que se vende por uma camisola!?

Não está em questão o crime realizado por funcionários judiciais instalados dentro da própria instituição a quem compete combater o crime. O crime que viola os direitos humanos e a privacidade dos mesmos, assim como, o roubo de passwords a Magistrados, são crimes bastante graves, mas a minha questão é outra: o que faz com que pessoas com acessos especiais, retirem informação em troca de uma camisola?

 

Penso que a resposta é a permeabilidade à paixão clubística e aos seus dirigentes pelos infractores. Não creio, que um funcionário judicial se "venda" por tão pouco. Estas oferendas/pagamentos em camisolas, vouchers ou promessas de emprego para familiares, não são pagamentos que justifiquem crimes tão graves. É claro que a construção jurídico penal tem de mostrar que há bens a circular.

 

Por outro lado, é claro que estacionar o carro num lugar VIP no estádio; passear-se dentro do estádio onde apenas os VIP circulam e com acesso aos jogadores, dá "status" às pessoas em questão. Há uma grande diferença entre um convidado VIP e o adepto comum. Enquanto um tem de estacionar o carro a 2 km de distância do estádio, estar 1 hora numa fila com empurrões e depois andar à cata do seu querido lugar, para além de pagar do seu bolso a sua bifana e a mini gelada, enquanto os VIP bebem champanhe e comem marisco de borla...  e claro, nada chega ao "calcanhares" de uma foto no Facebook com um jogador do clube do coração e uma taça de champanhe na tribuna VIP pertinho do Senhor Presidente.

 

É senso comum, que há uma combinação entre os adeptos e a paixão clubística, onde as emoções são exploradas em benefício dos clubes das mais variadas formas. Os adeptos estão disponíveis para aceitar tudo em função do seu clube. Os adeptos têm uma espécie de pacto de silêncio mesmo quando o seu clube faz as maiores malfeitorias, ou quando os mesmos as fazem em função do clube do coração.

 

Há muitos adeptos do seu clube do coração, de futebol, não sei se há assim tantos....

O Benfica pode ser suspenso das competições profissionais de futebol?

Esta é a pergunta que todos os adeptos do Benfica fazem. Na minha leiga opinião, a resposta é NÃO. Dificilmente poderão condenar o Benfica a ficar suspenso de competições profissionais, perante o despacho em causa. Mas vamos por partes.

 

O Ministério Público enviou uma cópia do despacho de acusação para a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e para a Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Ou seja, para que estes organismos consigam perceber os crimes de que o Benfica é acusado, e possam analisar se os factos desses ilícitos criminais correspondem a ilícitos disciplinares.

 

Neste caso o que está em causa é a alegada prática de factos que possam constituir o ilícito de corrupção, o uso indevido de informação e simultâneamente a vantagem indevida que supostamente tem como beneficiário a Benfica SAD.

 

Tendo em conta a panóplia de factos que estão nesta acusação, poderá haver consequências estritamente penais. Ou seja, as provas não são suficientemente fortes para que o M.P. possa aplicar uma medida acessória conforme está previsto no despacho da acusação. Até porque, os factos que estão em causa são apenas indiciários e não tipificados: que informação foi passada a Paulo Gonçalves? A informação é relevante para merecer a censura em julgamento? Paulo Gonçalves agiu por vontade própria ou em nome do Benfica? - vou fingir, que acredito, que o Presidente não tinha conhecimento de nada.

 

 

Logo, do ponto de vista desportivo, supostamente não há acusação suficientemente forte para existirem penalizações desportivas. Judicialmente, a matéria toma outros contornos... mesmo sem consequências desportivas haverá sempre suspeitos e a permanência de algumas pessoas da direcção estará em causa.

 

Encarem este texto como um devaneio de um gajo que não gosta de futebol, mas que fica "triste" com o caminho que está a ser tomado pelos supostos donos disto tudo...