Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iTUGGA

Blog de um português...

iTUGGA

Blog de um português...

Programa da Cristina Ferreira

O programa do povo singelo e verdadeiro convida a nata da política nacional. O que levanta a questão: o que a direita tem para oferecer às pessoas? Atum em lata - segundo Assunção Cristas. E a Geringonça? Uma cataplana de marisco - segundo António Costa. O que você prefere, comer uma lata de atum com arroz ou comer marisco?

 

Pense nisso até às eleições...

Educação

O melhor castigo para um filho adolescente, não é confiscar-lhe o telemóvel ou proibi-lo jogar PS4. É deixá-lo à porta da escola e diante dos seus amigos, dar-lhe um beijo repenicado e dizer alto e em tom meloso: - "Quem é o torrãozinho de açúcar do pai? Quem é? Meu queridocho"

 

by: Soda Caústica

Programa da Cristina. Plágio?

A vencer a guerra das audiências desde a estreia, o programa da CF estreou-se com estrondo e uma colossal repercussão nos media e nas redes sociais. A apresentadora que revelou que a ideia do novo programa foi guardada na "gaveta": a ideia do seu novo programa foi apresentada à TVI há cerca de 4 anos, mas o canal rejeitou o conceito, trouxe-o para a SIC e está a ganhar. Entretanto, o cagão do costume, com a mania que é o criador de tudo o que é rádio e televisão - Herman José - já veio a público deixar claro que Cristina Ferreira copiou ideias que são suas: no caso Cláudio Ramos e CF versos Nelo e a Idália. Creio que o humorista está a exagerar nesta comparação, mas tem alguma razão. Ao ver o programa de hoje de CF encontrei semelhanças com outras personagens criadas pelo humorista: a "facha" e a saloia...

 

PROGRAMA CRISTINA 1.jpg

 

Não sendo plágio, presumo que a verdadeira inspiração para o programa de CF venha de um programa de Ana Maria Braga da rede Globo: "Mais Você" (1999-2016).

 

Só o futuro dirá se o formato vai pegar em Portugal, país com tendências para se moldar a televisão ao formato tradicional dos programas da manhã, porque o seu público-alvo: reformados, cabeleireiras e afins é o pouco disposto a novos modelos de televisão e quem manda são audiências. Boa sorte CF...

Coletes amarelos, manchados de vermelho...

1319744.jpg

 

Todos os protestos são eficazes a transmitir mensagens, mas um protesto com um uniforme – principalmente e propositalmente um de alta visibilidade – é ainda mais engenhoso. O "gilet jaune", o colete amarelo fluorescente tornou-se sinónimo dos protestos contra os altos preços dos combustíveis em França, da crescente desigualdade dos ordenados e, consequentemente, dos problemas sociais no país. Mas tudo isso passou para segundo plano a partir do momento em que os manifestantes passaram a criminosos com a destruição de propriedade alheia. Combater a injustiça com crime é a mais infame forma de protesto...

2019 é o ano do fim da geringonça

01.11_costa-antónio-expresso.jpg(António, http://expresso.sapo.pt)

 

2019 é o ano do fim da “gerigonça”. A esquerda maioritária desmarcou-se dos parceiros logo que foi aprovado o último Orçamento da legislaturade Costa.

 

A união que derrotou o vencedor das eleições legislativas em 2015, já libertou os laços da “geringonça”. Apartir de hoje - 1 de janeiro - vêm aí 9 meses de campanha eleitoral contínua. Primeiro para as europeias a 26 de maio, depois para as legislativas de 6 outubro. Serão praticamente nove meses consecutivos de candidaturas, promessas, aldrabices, muitos quilómetros e comícios de rua. Nestes 9 meses, o Governo de Costa terá de fazer esquecer a sua péssima imagem relativa a Pedrógrão, Tancos ou Borba. Terá ainda de sacudir várias pedras que tem no sapato: Lei laboral, professores, SNS, para não falar das greves que os vários setores vão promover durante o ano. 

 

António Costa vai ter um ano difícil, apesar de estar habituado a sacudir a água do capote. Que a incompetente oposição faça o que lhe compete. Feliz 2019...

Que venha 2019

Não vou fazer uma cronologia de 2018 ou recordar um ano que quero esquecer. Neste planeta em que os ricos estão mais ricos e as diferenças sociais são cada vez maiores, ainda se morre de fome, ainda se mata por ódio, difícil de entender. 2018 fica marcado pelas Catástrofes humanitárias de tal forma que por momentos pensei ter regressado à idade idade média. 2018 vai fechar-se sem sorrisos, sem alegria. 2018 foi um ano de perdas, de choro e algumas gargalhadas, mas não vai deixar saudade. Que venha 2019 e nos traga um sorriso e a alegria que tanto precisamos. Estejas onde estiveres, sei que estarás à meia-noite de copo na mão a festejar connosco.

 

Venho por este meio - pois não confio nos CTT - desejar a todos um Feliz Ano Novo a todos os leitores e amigos. Que 2019 vos traga tudo o que desejam...

O espírito natalício é muito giro, mas...

pobresdospobres-600x390.gif

 

Enquanto uns se preocupam em trocar de smartphone, ou receber como presente o melhor portátil, outros preocupam-se em fazer valer o espírito do Natal. 

Eu, na noite de 24 de Dezembro, estarei na rua a ajudar e a dar o que posso aos mais desfavorecidos, na zona da Av. Almirante Reis em Lisboa. Este é para mim o verdadeiro Natal, o espírito de partilha. Para ti, que apenas te preocupas com a roupa que vais vestir na consoada. Que apenas te preocupas com o serviço de mesa que vais usar. O que é o Natal? O que fazes pelo verdadeiro espírito de ajuda? Nada, não é. Não podes, disses tu. Ainda estás a pagar ao banco as férias no Brasil. 

Não precisas de dar nada, dá a ti próprio, as mãos e os braços para trabalhar e ajuda quem mais precisa...

 

Feliz natal, onde quer que estejas.